Você já consultou os dados do seu candidato? Está esperando o que?

A eleição unida à poderosa Internet jamais será a mesma, o portal UOL trás no canal Eleições 2008 uma ferramenta de consulta aos dados de todos os candidatos do Brasil  que permite saber desde o CPF do cidadão até os bens declarados no último Imposto de Renda de candidatos a prefeito, vereador e  vice-prefeitos de todo o país.

Fiz uma rápida consulta aos candidatos a prefeito de São Paulo e por meio do CPF que é apresentado no site, foi possível descobrir que os candidatos Gilberto Kassab (DEM) e Paulo Maluf (PP) têm pendências na Receita Federal, mas recorreram e obtiveram uma “certidão positiva com efeito de negativa”.  Os vice-prefeitos de Kassab (Alda Marco Antônio) e de Alckmin (Campos Machado) também estão com os CPFs sujos.

É bom ressaltar que nem todos os que não conseguem uma certidão negativa podem, de fato, estar devendo algum imposto. Pode apenas ter ocorrido alguma inconsistência no Imposto de Renda e provocado uma multa, mas seria melhor ter limpado o nome antes de se candidatar, não acham?

Maluf, de 1990 para cá, tem 17 casos vinculados ao seu CPF. Kassab tem duas pendências listadas no “Comprot”.

Confira alguns dados interessantes…

Geraldo Alckmin está gastando em sua campanha o mesmo que Marta (R$ 25 milhões), o que não parece, uma vez que a campanha do PT está com muito mais spots na televisão… Seus bens somam algo em torno de R$ 800 mil, o segundo mais modesto da lista apontada aqui, só perdendo para Soninha. O ex-governador tem uma casa, terrenos e um prédio comercial em sua terra natal, Pindamonhangaba, um apartamento em São Paulo, dois carros, algumas cabeças de gado, ações da CSN, 80% de uma empresa e aplicações financeiras.

Gilberto Kassab declarou estar gastando R$ 30 milhões em sua campanha, quanto aos seus bens, cerca de R$ 5 milhões, incluindo um título no Clube Pinheiros no valor de R$ 8 mil, dois carros, um apartamento, quotas em algumas empresas e aplicações financeiras.

Maluf está gastando R$ 5 milhões em sua campanha. Entre seus bens estão um prédio residencial na Rua Costa Rica (no Jardim América, bairro nobre da capital), um porshe, um Mitsubishi, cavalos, ações, uma conta em um banco francês com 6 milhões, imóveis em Itapecerica da Serra e Guarujá, somando um total de cerca de R$ 40 milhões.

Marta Suplicy está gastando R$ 25 milhões em sua campanha. No último IR declarou cerca de R$ 10 milhões e meio, entre os bens estão dois apartamentos no Guarujá, uma chácara em Campos do Jordão, um imóvel em Ubatuba, ações em algumas empresas, dois apartamentos em São Paulo, dois conjuntos comerciais também na capital paulista e algumas aplicações financeiras.

Soninha declarou que os gastos com sua campanha serão de R$ 4 milhões e meio. Bens declarados? R$131.770,07, entre eles um carro, duas motos e algumas aplicações financeiras… A mais modesta entre os candidatos desta lista.

Fontes: UOL Eleições 2008
             Blog Fernando Rodrigues

22 de setembro – Dia Mundial Sem Carro

Na última segunda-feira (22/09) aconteceu o ato político internacional “Dia Mundial Sem Carro” – ressalve-se bem que se tratou de um ato mais internacional mesmo, porque aqui no país tupiniquim, além de ter lido alguma coisa aqui, outra acolá em blogs e alguns portais não vi uma movimentação sequer por parte de nenhuma autoridade.

Li ainda que vergonhosamente o Ministro das Cidades, Márcio Fortes, favorável à participação do maior número possível de cidades brasileiras, e defensor do ato, pegou seu carrinho e foi trabalhar, ótimo exemplo, não acham?

Pior fica quando pude visualizar no blog de um ator os mapas dos metrôs de cidades como Paris, Londres, Nova Iorque,  São Paulo e Rio (já tinha visto o mapa enorme de Paris e pude experimentá-lo ao vivo, também já tinha ouvido falar – mal – das pequenas 2 linhas do Rio, sendo que uma é bastante perigosa, tornando-a inutilizável por quem tem medo, ou precaução), mas vê-las assim uma abaixo da outra… VERGONHA! É o que sinto diante de uma malha metro-ferroviária tão mediocre diante da grandiosidade de São Paulo. Paris não tem nem a metade do tamanho da capital paulistana e tem de 4 a 5 vezes mais quilômetros de transporte coletivo subterrâneo, pois é, por isso lá é Primeiro Mundo.

Mas, pega nada não, com a Marta o metrô de SP vai para a Freguesia, Sapopemba e M Boi Mirim (como se isso fosse resolver o problema…). Para quem ficou 4 anos no poder e não fez NENHUMA estação já será alguma coisa!

Não estou defendendo, nem ofendendo nenhum partido, nenhuma liderança política, estou mostrando minha indignação diante do descaso de todos os prefeitos que já passaram por SP, entra um (de um partido) sai outro (de outro partido, diga-se de passagem) e pouca coisa é feita, quase nada. O mal brasileiro, além da corrupção, é a falta de vontade política em melhorar o que é público: transportes coletivos, praças, parques… Constrói-se tanto, mas se o transporte público (principalmente o ferroviário) não melhora simultanemanete, desculpe Dr. Paulo, mas de nada adianta tanta obra faraônica, digo malufônica!

Dia 5 está chegando, dia de eleição, e o que é mais triste é que são sempre os mesmos, e dificilmente algo vai mudar. Capaz da Dona Marta ganhar: Internet sem fio para todo mundo (sendo que a minoria tem PC em casa, OK, mero detalhe…), carregamento do bilhete na catraca (Fraudes? Acho que o Kassab sonhou…) e mais TRÊS estações de metrô, ulalá, todos os problemas estarão resolvidos!

Paris

 Londres

Nova Iorque

São Paulo

Rio de Janeiro

Imagens: Blog Roger Gobeth