Novembro: mês do filme nacional

Ai, outra vergonha! Só soube hoje que desde o dia 10/11 tá rolando aquela campanha que tem todologo_promocao ano: a do mês do filme nacional! Sinto-me culpada por não ter visto isso antes, afinal sou jornalista, leio muita coisa, procuro ser muito bem informada, enfim… Mas também tenho que criticar: não vi muita divulgação, nem na TV, nem na Internet, nem no rádio. A assessoria deles deveria ter espalhado os releases por todos os cantos, mas TODOS mesmo!

Os cinemas que aderem a essa campanha durante o mês de novembro cobram R$4,00 inteira e R$2,00 meia-entrada, de segundas a quintas-feiras, por ingressos de diversos filmes nacionais. Os melhores espaços aderem, inclusive os pops Cinemark, Multiplex e Artplex (pelo menos são pop em São Paulo)…

É uma pena durar pouco, porque além de ser de segunda a quinta começou dia 10 e acabará dia 27.

Filmes como Romance, Boas de Papel, Ensaio sobre a Cegueira, A Casa da Mãe Joana e Última Parada 174, entre muitos outros, estão em cartaz. Vale a pena correr semana que vem, pois a quinta-feira desta já está no fim.

Mais informações no site da Ancine.

Assista ao vídeo da campanha

Dicas de bons filmes

Nos últimos dias assisti a muitos filmes bons. Fica aí a dica:

  • Ensaio sobre a Cegueira de Fernando Meirelles, em cartaz nos melhores cinemas, fiel à obra de Saramago, conta a história de uma epidemia de cegueira , vale a mensagem que passa;
  • A Rainha de Stephen Frears, conta como a matriarca da realeza britânica reagiu à morte da Princesa Diana e mostra como o apoio do primeiro-ministro Tony Blair foi importante;
  • Plano de Vôo com Jodie Foster, conta a história de uma mãe que percebe o sumiço de sua filha ao acordar durante uma viagem de avião, na qual estava transportando o corpo do marido falecido;
  • Desafiando Gigantes de Alex Kendrick aborda como um homem que está cheio de problemas dá a volta por cima, religião à parte, a mensagem de que não perder a fé e nunca desistir valem a pena é o que mais chama a atenção;
  • Scoop o Grande Furo de Woddy Allen é uma comédia que mostra como uma estudante de jornalismo busca o furo de reportagem da sua vida com a ajuda inusitada de um repórter falecido.

Em tempo, Woody cedeu entrevista à Revista New York  e está na edição de aniversário de 40 anos da publicação. O cineasta  mais identificado com a megalópole, segundo os leitores da revista, fala entre outras coisas sobre a relação dos seus filmes com a cidade