Existe vida após a demissão

Para quem não sabe faz 9 meses que fui demitida. É a primeira vez que escrevo sobre o assunto, por ‘n’ motivos eu ainda não havia escrito nada, para não me expor, para digerir o que aconteceu, por ter sido a primeira vez, por eu não ter um plano B, acho que por nem saber porque escrever isso…

Na verdade escrevi um post no Face no dia da demissão em tom de despedida aos colegas de trabalho, mas muita gente nem leu, outros que leram não entenderam do que exatamente se tratava por realmente não querer fazer daquele momento um muro de lamentações… Em um dia de debate presidencial também acabei desabafando que a resposta da atual presidente reeleita me incomodava enquanto desempregada. (mais isso são só parênteses)

Já li inúmeros relatos de quem foi demitido nos últimos 6, 7, 8 e 9 meses e que tinham 10, 20, 30 anos de casa. Eu iria completar 6, mas garanto que a sensação de rejeição, abandono, falta de chão no pé… é a mesma! Não pela falta de dinheiro. Isso na verdade se resolve com planejamento, novos projetos e afins. Mas pela falta de respostas, feedbacks, por se trabalhar com ‘perfil de dono do negócio’ em algo que não é seu, a dor de perder algo que se amava, por até então estar apostando todas as minhas fichas em uma única jogada, por não ter um plano B…

Mas a transformação, a volta por cima, o autoconhecimento, por mais clichês que pareçam, são realmente gratificantes, você desacelera para se reencontrar… Porque ligada no automático, trabalhando sob muita pressão e na correria do dia a dia da vida pessoal também, sinceramente não havia refletido mais sobre o que fazer e para onde ir. Para quem sempre fez da vida profissional e de certos aspectos da vida pessoal um planejamento estratégico e um relatório de metas sempre muito racional, se ver em uma situação em que de certa maneira você não tem mais o controle das coisas e precisará rever tudo para refazer suas estratégias e metas de antes, é algo muito assustador e ao mesmo tempo estimulante.

Li neste post que aliás eu recomendo MUITO a leitura [do blog todo…] Ao arrancarem meu crachá senti como se estivessem arrancando a minha pele de uma ex-alta executiva da editora Abril que ela se contratou para cuidar de seu negócio próprio, seus próprios projetos e escrever seu livro… E eu me sinto assim, me contratando para gerir meus próprios projetos, contratando minha própria força de trabalho e minha agenda. É algo que alguém acostumado a crachá e notebook corporativos, o sistema CLT de contratação e outras coisitas mais parece muito estranho e abstrato. Há também uma certa pressão social dos amigos e familiares para que você encontre um emprego FORMAL de novo, mas isso é assunto para outro texto.

Este post tb ajuda a reorganizar as ideias, aliás este blog coopera para que tracemos nosso plano B O que fazer quando a demissão parece ser o fim da sua vida um grande erro meu foi não ter um de bate-pronto, mas isso são águas passadas, só repito para que sirva de lição para quem ainda está empregado [ainda vejo muitos colegas empregados focados somente em suas vidas profissionais em suas atuais empresas empregadoras, workholics, sem outros planos; sem atualizar seus perfis no LinkedIn; sem manter ativo seu network…].

É claro que não é fácil, você chega em um prédio corporativo e te perguntam, Tatiana de onde? Vc liga e tb perguntam… A empresa onde trabalha vira seu sobrenome, é nesta hora tb que ter se dedicado aos 4 anos de Jornalismo no Mackenzie vale muito a pena, porque me apresento como Tatiana, jornalista (mas isso já é pauta para o próximo texto…

O que estou fazendo da vida [profissional] agora? Bem…

– toco a agência de comunicação Wonderweb com meu marido e um sócio
– um de nossos clientes é o Augusta Pet Shop segmento que me encanta cada dia mais
– sou articulista do portal Administradores.com
– e colaboradora do portal Fábrica de Palavras

Por que medir o ROI pode mudar a sua carreira?

Se tem uma coisa que me deixa chateada é ainda vir estereótipos saindo das universidades. Liderar comunicólogos que não abriram suas mentes é desafiador e intrigante, por que como pode um jornalista, um relações públicas ou um publicitário tão jovem, da geração Z ou de sei lá que letra, pensar de forma tão arcaica?

Abaixo os rótulos:

– jornalistas têm medo de números;

– RPs contam coxinhas;

– publicitários são vendidos;

– designers não escrevem bem;

– mercadólogos só pensam em lucrar.

Em meu artigo desta semana no Portal Administradores abordo como medir o ROI de comunicação pode mudar o modo como o profissional é considerado: de ferramentista a estrategista, confira:logo adm

http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/por-que-medir-o-roi-pode-mudar-a-sua-carreira/86665/

Print Administradores

A primeira vez na home do Portal Administradores a gente nunca esquece

Print Administradores

Acabo de inaugurar minha coluna no Portal Administradores, nela vou escrever sobre Comunicação Corporativa e todas as suas ramificações. Estou animadíssima com a possibilidade de unir tantas paixões assim em uma só iniciativa: escrever, falar sobre comunicação corporativa, fazer pesquisa acadêmica e apresentar cases do meu dia a dia no mercado de trabalho.

Escolhi para o primeiro texto o tema “Endomarketing no terceiro setor como diferencial competitivo”, a ideia é mostrar como os funcionários são um importante e estratégico público para que as organizações sociais consigam desenvolver projetos multidisciplinares, gerar mudanças organizacionais, superar metas e produzir inovação.

Quem puder conferir, será um prazer!

http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/endomarketing-no-terceiro-setor-e-um-diferencial-competitivo/86507/

Acompanhe meus próximos artigos no Portal pelo meu canal lá: http://www.administradores.com.br/u/tatiana_molini/

Um dia perfeito, completo!

Uma atmosfera delicada e romântica, assim é possível descrever o clima do nosso casamento.

T&R-0041

 

T&R-0027

T&R-0033

T&R-0054

T&R-0055

T&R-0064

O dia começou uma delícia, eu e o Raul tomamos café da manhã juntos,em um shopping de São Bernardo, e fomos trocar dinheiro no câmbio que tem lá (sim, não tínhamos 1 euro para contar história na véspera da viagem de lua de mel, mas deu tudo certo… ufa!). Ele contava para todo mundo que encontrávamos na rua, no shopping e no elevador que naquele dia iríamos nos casar, estávamos radiantes de felicidade…

Ao voltarmos para casa, minha mãe e alguns familiares já chegaram e nos separamos ali: o Raul foi com as malas da viagem para o hotel onde ia se arrumar e onde iríamos passar a nossa noite de núpcias; eu almocei com o pessoal, tomei um banho mega demorado e em seguida fui com a minha mãe para São Paulo, buscar a daminha e meu vestido rumo ao salão onde iríamos fazer make e penteado (confesso que fiquei um pouco apreensiva ao ver que haveria uma manifestação na Avenida Paulista, mas tb deu tudo mais do que certo… ufa de novo).

Nossa tarde de meninas foi divertidíssima, com muita risada e o clima leve e descontraído que só o Circus Hair consegue proporcionar, ele não tem cara, cheiro e aquele amontoado de mulheres que os outros salões costumam ter, é moderno, irreverente e divertido!

T&R-0059

T&R-0074

T&R-0117

T&R-0106


T&R-0182

Saí de lá com um Ford 1929, conhecido como Ford bigode, e o trajeto já foi de pura descontração, as pessoas olhavam, tiravam fotos e me parabenizavam a todo o momento.

E, por incrível que pareça, até então nada de manifestação, vi no noticiário depois que ela aconteceu mais tarde, mas por sorte ou bênçãos divinas ela não atrapalhou em nada meu trajeto.

T&R-0184

T&R-0183

T&R-0188

T&R-0185

Quem me conhece sabe da minha fama de atrasada, mas fui mais do que exata, cheguei com 10 minutos de antecedência e não perdi a chuva de rosas que a igreja oferece somente às noivas pontuais. Pude ver o noivo e alguns padrinhos embaixo do toldo e alguns convidados que chegavam…

Confesso que só me lembro do meu irmão perguntando se eu estava nervosa, eu dizendo que não e depois parece que saí do meu corpo, fiquei fora de órbita, é uma sensação estranha que acontece. Tudo passa muito rápido, parece que estamos anestesiados em várias ocasiões… Eu tive vontade de abraçar todo mundo, falar com todo mundo, dançar todas as músicas, experimentar todas as bebidas, comidas, doces…

T&R-0398

T&R-0404

T&R-0406

T&R-0412

T&R-0414

T&R-0452

Mas as fotos falam por si e transmitem a felicidade extrema que sentimos de poder celebrar 9 anos e 3 meses juntos com uma cerimônia e uma festa que não poderiam ter sido mais perfeitas, tinham a nossa cara, o nosso jeito, nossas ideias, nossas músicas preferidas, enfim tudo pensado e oferecido por nós…

T&R-0597

T&R-0686

T&R-0701

T&R-0904

T&R-0942

A nossa playlist foi produzida com nossas músicas preferidas e contribuições de madrinhas e daminhas com gostos super diferentes, o resultado foi incrível: eclética, com pista lotada 80% da festa e muita alegria!

T&R-1311

T&R-1414

T&R-1320

T&R-1458
Não existe receita para tudo sair perfeito, mas algumas dicas valiosas nos ajudaram: a festa tem que ser calorosa, transmitir amor e alegria que são contagiantes e contagiosos; começar a festa o mais cedo possível (as pessoas gostam de festas noturnas, mas a maioria vai embora cedo, então o jantar tem que ser oferecido o mais cedo que der); bebidas variadas e geladas; playlist eclética; oferecer sapatilha ou havaianas contribuem para a pista lotada e animada; ter convidados de todas as faixas etárias contribui para o clima caloroso; ter muitas crianças como daminhas, pagens e floristas contribui para a fofurice da ocasião, nós tivemos 7 e as fotos mais lindas e espontâneas são as deles (mas todos têm a ver com a nossa história, fazem parte do nosso dia a dia, não saímos pescando crianças alheias e aleatórias… rs); ar condicionado é indispensável no verão; evite músicas de time de futebol, religião e objetos de vidro (as chances de barracos ficam quase nulas)…

T&R-0388

T&R-0377

T&R-0638

T&R-0729

T&R-0880

Eu amei me casar, cuidar dos preparativos e curtir um dia único. Sou festeira e seria inconcebível eu me juntar, sem ‘festar’, o noivo fazia questão da igreja e hoje eu o agradeço, pois adorei fazer o curso de noivos, pude vivenciar uma igreja católica mudada (sinais do Papa Francisco), mais moderna e humana e a emoção de uma benção cristã, de todos os juramentos que fazemos a nós mesmos, a Maria e a Jesus na igreja dos nossos sonhos, com uma orquestra emocionante, a marcha nupcial e um tenor cantando Ave Maria, além de uma chuva de bençãos de pétalas de rosas da Santa Teresinha, não tem preço. Se fosse só uma festa, seria gostoso, mas não seria perfeito e completo como foi.

T&R-1401

T&R-1542
T&R-1579

T&R-1646

T&R-1763

T&R-1748

T&R-1655

T&R-1679

T&R-1863

T&R-1898

T&R-1927

Quem fez?

Cabelo e make: Circus Hair

Vestido: Josephine Noivas

Sapato: Carmen Steffens

Roupa do noivo, daminha, floristas e pagens: Aslan Rigor

Boina dos pagens: Ateliê Dlucca (Elo 7)

Convite e terço: Mirna Noivas

Foto e filmagem: Click Evento

Cerimonial: R Coeli

Igreja: Santa Teresinha

Decoração Igreja: Biana Melo

Orquestra e Tenor: Rapsódia

Local da festa: Clube Juventus

Decoração do salão e buquê: WR Decor

Buffet: Millenium

Doces: Ateliê Di Betha

Bem Casados: Ana Cristina

Bar de Caipirinhas: Arte na Fruta

Espumante: Zahil

DJ: Equipe DJ PH

Topo do bolo e cabide: Novas Coisas (Elo 7)

Papelaria: (lágrimas de felicidade, menu, displays de mesa, kit banheiro, vale conforto, tag de agradecimento, rótulos de água) Criações Especiais (Elo 7)

Carro: LL Carros Antigos

Sorvetes: Rochinha

Sapatilhas: Has Brazil

Noite de Núpcias: Tryp Tatuapé

Site: I Casei

Lembrancinhas convidados: Pães de mel – Cida (e aromatizantes diretamente do Japão)

Lembrancinhas madrinhas: Sais de Banho – Arte Banho Maria

Lembrancinhas padrinhos: Empório da Gravata

Itens de pista: Ali Express

Chá de Barnela #tatieraul

Imagem

Pensem em um dia perfeito, de sol com amigos e a família… Sem uma gota de chuva, muito gelo e muitas risadas… Muito amor e muita felicidade!!! Amei! Foi inesquecível!!!

cha47 

Nosso Chá de Barnela começou a ser pensado no final do ano, a ideia veio da junção de um cenário perfeito, o Espaço Gourmet do apartamento da praia do noivo, no Guarujá, na estação do ano ideal para uma festa como esta, convidados animados e uma noiva que ama festas temáticas.

cha3

Pronto! Já tínhamos tudo o que um chá de barnela tropical precisaria… Foi tudo na base do “faça você mesma”, garrafas e luminárias coloridas, guardanapos e copos coloridos, toalhas de chita, um bolo cenográfico havaiano, muitas frutas e flores deram o tom da festa. Contei com a ajuda da sogra, de amigas da praia, uma madrinha super fofa e uma sobrinha da minha idade!

cha9

Servimos cervejas, refris e montamos um espaço para cada um montar sua caipirinha com vodka, pinga, sakê e muitas frutas. Na ala dos salgados, sanduíches de carne louca e de pernil, berinjela em conserva, cuscuz paulista e salgadinhos variados. E para adoçar, docinhos de festa, marshmellows, balas de goma e pirulitos.

cha43

Placas divertidas, moldura do instagram e a hashtag do casal antenaram os convidados às redes sociais e aos memes do momento. Um mural de fotos com parte dos 9 anos de namoro e corações para serem preenchidos com conselhos completaram o clima romântico do ambiente.

cha17

 

E as brincadeiras? Uma mais gostosa e divertida que a outra, acertar quem era o noivo de olhos vendados, acertar quem era a noiva de olhos vendados, montar uma mesa em poucos segundos (noiva), abrir um pote de azeitonas em poucos segundos (noivo), contar a história do casal com objetos estranhos (ambos). Enfim, brincadeiras sadias e de bom gosto em que todos se divertiram muito.

cha74

Já escrevi demais, as fotos falam por si…

cha4

cha5

cha1

cha12

cha21

 

cha50

Por Todas as Crianças

Sobram motivos, faltam políticas públicas, em 2009 a mortalidade infantil fez 137 vítimas por dia. São crianças de até 5 anos que morrem, na maioria das vezes, por causas facilmente evitáveis.

Completa, a campanha idealizada voluntariamente pela agência Giovanni+Draftfcb possui peças on e off line, entre elas dois filmes, spot para rádio, anúncios impressos, banners eletrônicos, cartazes e a ação Doe um Amigo no Facebook.

Cilada.com

Na última segunda-feira (27/06) fui com meu namorado, uma amiga e colega de trabalho também blogueira e uma amiga dela ao cinema do Shopping Frei Caneca, aqui em São Paulo, assistir em primeiríssima mão o filme Cilada.com. Uma observação: adoro iniciativas como esta que valorizam pessoas antenadas nas redes sociais e em seus blogs.

Vale destacar aqui que este blog já me rendeu um emprego em uma agência web, presentes da Pampili e agora uma pré-estreia antes da própria pré-estreia oficial, com direito a conhecer o Serjão Loroza e CD com a trilha sonora!

Bom, vamos ao filme! A história é bem atual: Um vídeo caiu na internet. E ele caiu na maior cilada. Quantas e quantas pessoas você conhece que se deram mal com videozinho filmado com a namorada(o)? Eu conheço MUITAS, juro. Na pior delas, o cara ficou com fama de “brocha”, a menina de “boazuda” (até demais) e os pais dela perderam o chão. Neste caso, o filme não foi parar no Youtube e sim em um site pornô e logo em todas as caixas de e-mail de amigos, familiares, conhecidos e desconhecidos…

Mas voltando ao dilema de Bruno (interpretado por Bruno Mazzeo), o filme não só gira em torno de um vídeo que caiu na net, como de uma história que coloca em risco sua reputação de namorado gostosão.

O melhor de tudo é que o vídeo foi parar no “Intube” porque o besta do Bruno traiu a namorada na festa de casamento de uma prima (ou amiga?) da namorada Fernanda, interpretada pela atriz homônima Fernanda Paes Leme. Para tentar reverter o quadro, Bruno vai caindo em uma cilada atrás da outra. Eu, particularmente, já ri mais com alguns episódios do Cilada no Multishow, mas no filme, o fato de Bruno não conseguir dizer Eu te amo e achar uma forma suuuper fofa e romântica de fazê-lo, quase no final da trama, vale o filme! As risadas também! Ah, e o probleminha de Carol Castro também!

O site vale uma visita http://www.ciladaofilme.com.br além do layout ser bacana, o fato deles terem valorizado as redes sociais e o trabalho da imprensa disponibilizando release e download de fotos, vídeos, cartazes mostra que há link entre o filme que aborda o poder da internet e o modo como eles estão lidando com isso nos bastidores.

E aí, gostou? Confira o trailer e corra para algum cinema a partir da próxima sexta (8 de julho)!